Jogos Equestres Mundiais 2014

O maior evento equestre do mundo, chancelada pela Federação Equestre Internacional (FEI) está acontecendo na França, de 23 de agosto a 07 de setembro de 2014.

Por Equipe Cavalos do Sul

05/09/2014

Do dia 23 de agosto ao dia 07 de setembro de 2014 está ocorrendo a sétima edição dos Jogos Equestres Mundiais, na Normandia, França. A competição é realizada a cada quatro anos alternando-se com as provas de equitação nos jogos olímpicos. São esperadas 60 nações, 500 mil visitantes e 500 milhões de telespectadores. Serão oito modalidades no quadro de provas: Salto, Adestramento, Adestramento Paraequestre, Volteio, Atrelagem, Enduro, CCE e Rédeas. E ainda terá duas modalidades de demonstração: Polo e Horse-Ball.

A competição teve sua primeira edição em 1990 em Estocolmo na Suécia. A equipe brasileira classificou-se em 8º lugar, e no individual em 12º lugar. Em 1994, em Haia na Holanda, na classificação por equipe o Brasil conseguiu o 4º lugar e na classificação individual 5º lugar. No ano de 1998, em Roma na Itália, onde conquistou o primeiro ouro do individual, com Rodrigo Pessoa, e ficou em 5º lugar por equipe. Já 2002, em Jerez de La Frontera na Espanha, não foi um ano tão agradável, o Brasil conseguiu o 9º lugar na classificação por equipe e 26º na colocação individual. Em 2006, Aachen na Alemanha, na classificatória por equipe o Brasil ficou em 10º, e individualmente em 13º. Na sexta edição do mundial, em 2010, Lexington, Estados Unidos, por pouco o Brasil não sobe ao pódio por equipes, mas por uma reviravolta no placar trouxe-nos apenas o 4º lugar, sendo o mesmo resultado do individual. placar, restou o 4º lugar, sendo o mesmo resultado no individual.

Na competição atual são mil cavalos e mil competidores. O time brasileiro tem nomes como: Doda Miranda , Rodrigo Pessoa, Marcio Jorge, Ruy Fonseca, Gabriel Cury, Marcelo Tosi, Paulo Koury Neto, Gilson Diniz Vieira Filho, Wellington Teixeira, Laércio Casalecchi, entre outros.

As dez melhores equipes classificam-se para a final, disputando o título e mais cinco vagas nos Jogos Olímpicos do Rio, exceto o Brasil que já tem a vaga garantida por ser país sede. Já no individual os cinquenta melhores cavaleiros são classificados, depois os trinta melhores conjuntos, terminando com os quatro melhores que vão para o rodízio final.

Conhecendo o potencial dos nossos atletas, sua determinação e a extraordinária capacidade de seus cavalos, nos resta torcer muito para que a equipe brasileira traga para casa várias medalhas.

Posts Relacionados

© 2019 Cavalos do Sul