Você está em: Página Inicial > Artigos > O mercado de cavalos
Curiosidade
Publicado em 30/10/2012 Comentários

O mercado de cavalos

O Cavalo desperta grandes paixões em seus criadores e em todos que possam ter o privilégio de montá-lo ou ter um contato direto. É um animal imponente, de porte nobre e que une os mais diferentes criadores e admiradores.

O apego ao cavalo aqui no Sul surgiu desde muito antigamente... é uma paixão passada de geração pra geração!

É um animal versátil que agrada muitos públicos, pois é utilizado para os mais diversos fins: para as cavalarias, campos de batalha, trabalho de campo, meio de transporte, esportes equestres, corridas, lazer, entre outros.

Seguindo uma ótica de mercado, nota-se uma ascendente na venda de cavalos para lazer, cavalgadas e esportes, ou seja, muitas pessoas estão a procura de cavalos para o seu dia a dia, para o lazer em família, para o divertimento do final de semana. E a partir daí o apego aumenta e a próxima etapa é iniciar em esportes como Hipismo, baliza, tambor, Cross country, Freio de Ouro (no caso da raça Crioula), laço, corrida, etc, fazendo com que o mercado de compra e venda de cavalos permaneça em alta. 

É natural os compradores se tornaram mais exigentes, sempre em busca de qualidade, do melhor animal para a sua modalidade, e é muito importante os criadores estarem atentos a esse nicho de mercado.

Outro ponto interessante a ser observado no atual mercado de cavalos é como as pessoas buscam os animais, cada vez mais elas utilizam recursos online para selecionar o melhor cavalo e a melhor oferta. Apenas depois de diversas trocas de e-mail e ligações telefônicas o interessado se desloca para conhecer o animal, otimizando assim seu tempo e negócio.

Diante dessa realidade de mercado online, os vendedores e compradores de cavalo precisam manter-se atualizados tecnologicamente e publicar sua oferta nos sites especializados, para que fique online para o mundo, pois certamente sempre terá alguém procurando a melhor opção para comprar ou vender cavalo.

A paixão que os cavalos despertam em seus criadores é inigualável, fazendo com que sua criação tenha se tornado uma atividade altamente profissional e técnica, onde são empregadas as mais modernas tecnologias da área veterinária e da genética, visando um constante aperfeiçoamento dos animais, sem que isso descaracterize a raça.

As raças mais tradicionais no Sul são: Cavalo Crioulo, que movimenta em torno de R$ 115 milhões por ano (dado de 2012). A raça Crioula é predominante no Sul e é considerada uma paixão por seus admiradores; é um movimento autêntico e impressionante! Para conhecer mais acesse o site da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Outra raça tradicional do Sul é o Campeiro, natural de Santa Catarina, chamado de marchador das Araucárias, é utilizado principalmente pra cavalgadas e laço (mais informações no site da ABRACCC). Outras raças bastante usadas aqui são o Mangalarga Marchador, principalmente para lazer e cavalgadas, e Quarto de Milha, Árabe, Brasileiro de Hipismo para esportes de hipismo, baliza, tambor, etc. As cavalgadas são muito tradicionais no Sul, então os animais SRD (sem raça definida) também movimentam um mercado interessante de compra e venda de cavalos.

Concluindo, a criação de cavalos não possui a mesma finalidade dos tempos antigos. Hoje a criação de cavalos tem um apelo sentimental, uma força que transcende apenas sua utilização em corridas, em passeios ou para locomoção em áreas rurais. É algo que está dentro da alma humana, conviver e se integrar com esse maravilhoso animal, considerado um dos mais imponentes sobre a face da terra!

Artigos que você possa estar interessado:

Deixe seu Comentário: